BIOGRAFIA DO PRESIDENTE

O pastor João Ceno Ohlweiler nasceu no oeste catarinense, em 1942, na localidade de Linha Catres, em Porto Novo (hoje Itapiranga). Descendente de imigrantes alemães, começou a trabalhar muito cedo, ajudando o pai na entrega do leite produzido pela chácara do pai, em Cunha Porã. Na adolescência, morou numa pensão em Palmitos, a fim estudar, mas teve de interromper os estudos antes de completar o primeiro grau para ajudar os pais nas despesas da casa. Aos 15 anos, arranjou emprego num armazém de secos e molhados, onde trabalhou durante dez anos. Por influência de um dos sócios, Leopoldo Trennepohl, passou a tomar gosto pela leitura da Bíblia mesmo antes de se converter.

 

João Ceno aos 15 anos de idade.

Ele e a esposa aceitaram a Jesus no mesmo dia, o que lhes custou a rejeição da família, de ambos os lados, e o desprezo da comunidade luterana de Cunha Porã. Quando o armazém em que trabalhava fechou, teve de procurar emprego em Palmitos, conseguindo uma vaga de vendedor nas Casas Pernambucanas.  

Casamento João Ceno e Norma Ohlweiler.

Prestes a ser promovido a gerente, foi consultado pelo pastor Nirton dos Santos sobre a possibilidade de ingressar no ministério. A chamada se confirmou, e no dia 1.° de julho de 1971, na condição de presbítero, assumiu a Assembleia de Deus de Pinhalzinho. Antes de completar um ano ali, foi transferido para Pomerode, em razão da necessidade que tinha a igreja ali de alguém que falasse alemão.

1.° de julho de 1971, na condição de presbítero, assumiu a Assembleia de Deus de Pinhalzinho.

Pr. João Ceno após transferência para Pomerode.

Ficou em Pomerode até 1978, quando foi transferido para Ibirama. Essa mudança, entre outras coisas, facilitou o tratamento de saúde de sua esposa, irmã Norma, que na época necessitava de constantes consultas e exames que só eram realizados em Blumenau. A despeito dessa preocupação, Ibirama marcou de maneira muito positiva o seu ministério, pois no período de quase cinco anos em que permaneceu ali foi ordenado evangelista e depois pastor, em 1983. No mesmo ano, o campo de Ibirama foi emancipado, e essa foi a primeira igreja em que ele trabalhou na condição de pastor-presidente. Em 1989, assumiu a presidência da Assembleia de Deus em Indaial e em 1991 foi transferido para Rio do Sul. Nesse meio-tempo, em 1990, foi empossado como vice-presidente da Caixa de Evangelização.

Ainda, em 1983, em Ibirama foi ordenado evangelista e depois pastor. O campo de Ibirama foi emancipado, e essa foi a primeira igreja em que ele trabalhou na condição de pastor-presidente.

Culto de posse na AD-Indaial. Obreiros e a igreja orando pelo Pr. João Ceno e sua esposa Norma.

Pr. João Ceno sendo empossado como Pr. presidente da AD- Rio do Sul.

Templo da AD - Rio do Sul completamente lotado.

Em 1993, foi designado para a presidência da Assembleia de Deus em Caçador, igreja que pastoreou durante catorze anos. Enquanto pastoreava essa igreja do oeste catarinense, foi determinada a sua mudança para Jaraguá do Sul, no entanto a igreja se recusou a deixá-lo sair. Percebendo que a mudança não era mesmo da vontade de Deus, a Convenção voltou atrás e permitiu que ele ficasse ali.

Pr. João Ceno ministrando a Palavra de Deus em Caçador sobre os olhares da igreja e do filho Pr. Roberto Ohlweiler.

Em 2005 assumiu a presidência da Caixa de Evangelização, a CEADESCP e em 2006, quando morreu o pastor Valmor Batista, presidente da Assembleia de Deus em Joinville, assumiu a presidência de Criciúma.

Pr. João Ceno, na época presidente da CEADESCP 18, Pr. Josué Cipriano (primeiro a esquerda) e Pr. Ezequiel Montanha (último a direita).

Pr. João Ceno (ao centro de joelhos), Presidente da CIADESCP, Pr. Nilton dos Santos (primeiro  à esquerda) vice-presidente e Pr. Sérgio Melfior (terceiro à direita), secretário.

Em dezembro de 2006 o pastor João Ceno assume Criciúma com a responsabilidade de continuar o trabalho do pastor Arcelino e mais uma vez Deus demonstra seu apreço para com o pastor Ceno, no qual o mesmo fez a igreja crescer vertiginosamente. Foram inúmeras construções, ampliações de templos, casas pastorais, e aquisições de terrenos e casas, no qual destaca-se a compra de um prédio na área central da cidade, para ali abrigar a escola teológica. Após uma grande reforma, hoje o prédio abriga as instalações do ITEC (Instituto Teológico de Educação Cristã), com uma ampla recepção, sala de reuniões, cozinha, biblioteca e 4 salas com capacidade para quase 200 alunos. O prédio também abriga dois apartamentos pastorais e um salão social para eventos e reuniões. E também destaca-se o constante investimento na evangelização que Criciúma tem feito, através de um canal próprio de televisão, com equipamento de ponta, e produção própria de vídeos, subsídios para EBD, transmissão de culto via redes sociais e etc.

Em 2006 Pr. João Ceno assume a presidência da  AD Criciúma.

Pr. João Ceno Ohlweiler atualmente em Criciúma.

Pr. João Ceno Ohlweiler e parte de sua família.

A TRAJETÓRIA DE UM MINISTÉRIO BEM SUCEDIDO

Topo